PUBLICIDADE
Geral
Noticia de: 11 de Abril de 2019 - 10:58
Barragens de minério de MS podem passar por nova fiscalização



 
 

Técnicos durante uma das vistorias, no dia 30 de janeiro, em Corumbá

 
 

O MPF (Ministério Público Federal), por meio da força-tarefa de Brumadinho (MG) protocolou ação para que a ANM (Agência Nacional de Mineração) e a União sejam obrigadas a realizar inspeções em todas as barragens de mineração consideradas inseguras ou com segurança inconclusiva. A ação pede que a fiscalização seja feita também nas certificadas como seguras, mas que estejam classificadas como DPA alto (Dano Potencial Associado).

Em Mato Grosso do Sul, pelo menos duas barragens, em Corumbá, passariam novamente por fiscalização, caso a ação seja deferida, segundo o presidente do Imasul, Ricardo Eboli Gonçalves Pereira. Elas estão localizadas no Maciço do Urucum, sendo uma da Vale - mesma responsável pela barragem de Brumadinho – e, a outra, da Vetorial Siderurgia.

Segundo o MPF, a medida seria necessária por causa da Resolução 4/2019 da ANM, que determina medidas regulatórias para assegurar a estabilidade de barragens de mineração construídas pelo método a montante ou por método declarado como desconhecido.

Como muitas barragens foram vistoriadas dias depois do rompimento da barragem da Mina do Córrego do Feijão, ocorrido no dia 25 de janeiro, não estariam dentro das normas previstas na resolução, publicada no dia 25 de fevereiro. Este é o caso das existentes em Mato Grosso do Sul, em que as vistorias foram feitas cinco dias após o ocorrido.

Reestruturação – O MPF também pediu que a ANM e a União sejam obrigadas, no prazo de 180 dias, a apresentar um plano de reestruturação da atividade de fiscalização de barragens no Brasil, o qual deverá contemplar medidas estruturais para o planejamento e gestão do setor, no curto, médio e longo prazo.

Esse plano, entre outras medidas, deverá contemplar o diagnóstico das barragens existentes no país, da periodicidade com a qual a fiscalização se faz necessária, dos riscos que cada uma delas representa e da expertise necessária para fiscalizá-las.

Para os membros da Força-Tarefa Brumadinho que assinam a ação, “quanto mais frágil é a fiscalização, menos o fiscalizado investe” e “isso coloca em risco a população, já que estimula que os controles do próprio empreendedor – que, como se sabe, custam dinheiro – sejam progressivamente afrouxados.

Até agora, foram confirmadas 224 mortes em decorrência do rompimento da barragem de rejeitos da Vale, em Brumandinho, região metropolitana de Belo Horizonte (MG)

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
21/08/2019 - 11:54  A 3 dias de competição, Rally dos Sertões muda visual na região central
21/08/2019 - 11:53  Mega-Sena pode pagar até R$ 31 mi nesta quarta
21/08/2019 - 11:42  Carretas batem de frente e deixam um morto na BR-163
21/08/2019 - 10:22  Homem é encontrado morto um dia após sair para caminhada
21/08/2019 - 10:19  Após ataques, polícia reforça a segurança no Jardim Carioca
21/08/2019 - 10:12  Governo perde metade da receita do ICMS do gás natural
21/08/2019 - 09:31  26° Sessão Ordinária na Câmara Municipal de Dois Irmãos do Buriti
21/08/2019 - 09:29  Reinaldo Azambuja participa de reunião do Corredor Bioceânico e recebe homenagem da Câmara
21/08/2019 - 09:17  Brasileiros são suspeitos de planejar atentado contra presidente do Paraguai
21/08/2019 - 09:10  TJ aprova recuperação judicial e Bigolin deve pagar R$ 29,6 milhões em dívidas
21/08/2019 - 09:07  Operação que prendeu integrante do PCC aconteceu após ameaças a PRF
21/08/2019 - 09:06  Quase meia tonelada de pasta base que saiu do MS é apreendida no Sul
21/08/2019 - 09:04  BNDES bancou compra do jatinho “Cheio de Charme”
20/08/2019 - 12:04  Sequestrador de ônibus é morto por atirador de elite na Ponte Rio-Niterói; os 37 reféns passam bem
20/08/2019 - 11:41  Ministro vem a MS para reunião sobre Corredor Bioceânico na quinta-feir
20/08/2019 - 11:36  BNDES financiou R$ 24 milhões em jatos a empresas com atuação em MS
20/08/2019 - 11:33  Adélio diz que esfaqueou Bolsonaro "após ouvir voz de Deus"
20/08/2019 - 10:11  Para CCR, chance de perder ação para revisão de contrato é “remota”
20/08/2019 - 10:08  Partidos de esquerda e centro articulam união para barrar radicais
20/08/2019 - 10:04  Equipe "X Rally Team": De olho no tetracampeonato
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE