PUBLICIDADE
Geral
Noticia de: 17 de Abril de 2019 - 10:57
Sul-mato-grossense está mais solidário este ano, aponta pesquisa de Páscoa



 
 

 
 

A pesquisa da Páscoa em Mato Grosso do Sul – feita pelo IPF MS em parceria com o Sebrae MS – aponta que 4,39% dos consumidores pretendem promover também a solidariedade. Esse índice representa um movimento para a economia em torno de R$ 1,5 milhões. Segundo os entrevistados, o objetivo é comprar algum produto feito com chocolate (ovo de páscoa, chocolate em barra ou bombom) e doar.

 Os números mostram que o sul-mato-grossense está mais solidário. No ano passado, o índice não chegava a 0,5% entre os entrevistados. “São indicadores positivos quando olhamos o cenário econômico. Além disso, os entrevistados disseram também que vão pagar à vista e temos registrado uma queda na inadimplência”, explica o presidente do Sistema Comércio, Edison Araújo.

 Para economista do IPF MS, Daniela Dias, a caridade movimenta a economia e também fortalece as ações sociais, importantes para o amadurecimento de uma população. “Além de ser um indicador mais otimista para a economia, é um ótimo indicador social para o Estado”.

A pesquisa - A pesquisa do IPF MS e Sebrae MS foi realizada em sete municípios do Estado (Campo Grande, Corumbá, Ladário, Bonito, Dourados, Ponta Porã e Três Lagoas) entre os dias 21 de fevereiro e 11 de março com 1.475 pessoas em idade economicamente ativas. Segundo o levantamento, Mato Grosso do Sul vai receber durante o período em que se comemora a Páscoa, um aporte de R$ 138,32 milhões. Esse valor é 20,71% a mais do que o ano passado. 83% dos moradores de MS devem comprar algum artigo de chocolate e a média de preço, por gasto, é de R$ 91,92.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
21/08/2019 - 11:54  A 3 dias de competição, Rally dos Sertões muda visual na região central
21/08/2019 - 11:53  Mega-Sena pode pagar até R$ 31 mi nesta quarta
21/08/2019 - 11:42  Carretas batem de frente e deixam um morto na BR-163
21/08/2019 - 10:22  Homem é encontrado morto um dia após sair para caminhada
21/08/2019 - 10:19  Após ataques, polícia reforça a segurança no Jardim Carioca
21/08/2019 - 10:12  Governo perde metade da receita do ICMS do gás natural
21/08/2019 - 09:31  26° Sessão Ordinária na Câmara Municipal de Dois Irmãos do Buriti
21/08/2019 - 09:29  Reinaldo Azambuja participa de reunião do Corredor Bioceânico e recebe homenagem da Câmara
21/08/2019 - 09:17  Brasileiros são suspeitos de planejar atentado contra presidente do Paraguai
21/08/2019 - 09:10  TJ aprova recuperação judicial e Bigolin deve pagar R$ 29,6 milhões em dívidas
21/08/2019 - 09:07  Operação que prendeu integrante do PCC aconteceu após ameaças a PRF
21/08/2019 - 09:06  Quase meia tonelada de pasta base que saiu do MS é apreendida no Sul
21/08/2019 - 09:04  BNDES bancou compra do jatinho “Cheio de Charme”
20/08/2019 - 12:04  Sequestrador de ônibus é morto por atirador de elite na Ponte Rio-Niterói; os 37 reféns passam bem
20/08/2019 - 11:41  Ministro vem a MS para reunião sobre Corredor Bioceânico na quinta-feir
20/08/2019 - 11:36  BNDES financiou R$ 24 milhões em jatos a empresas com atuação em MS
20/08/2019 - 11:33  Adélio diz que esfaqueou Bolsonaro "após ouvir voz de Deus"
20/08/2019 - 10:11  Para CCR, chance de perder ação para revisão de contrato é “remota”
20/08/2019 - 10:08  Partidos de esquerda e centro articulam união para barrar radicais
20/08/2019 - 10:04  Equipe "X Rally Team": De olho no tetracampeonato
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE