PUBLICIDADE
Geral
Noticia de: 08 de Fevereiro de 2019 - 15:32
Cota Zero foi adiada para evitar 'chuva de processos', justifica Reinaldo



 
 

Cota Zero foi adiada para evitar 'chuva de processos', justifica Reinaldo

 
 

Em agenda pública nesta manhã no Imasul (Instituto do Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), Reinaldo Azambuja (PSDB) voltou a falar da cota zero para o transporte de pescado retirado dos rios do Estado. Em outras palavras, o governador explicou que o adiamento da proibição vai evitar “chuva de processos”.

O chefe do Executivo estadual alega que como vários pacotes turísticos para a pesca nos rios de Mato Grosso do Sul já foram fechados para 2019, a proibição total do transporte de peixes geraria “insegurança jurídica”.

“Vamos fazer umas mudanças neste ano, principalmente na quantidade de peixe que pode ser transportado. Atualmente, são 10 kg mais um exemplar, mas vamos fazer uma redução nesta quantidade”, comentou sobre decreto que está sendo preparado para publicação na próxima semana.

Reinaldo explica que 2019 será um ano intermediário. “Já existe a consciência no setor, repovoar os rios e trazer mais turistas. A cota zero começa de forma irreversível em 2020. No futuro todos que comprarem pacotes saberão que é cota zero no Mato Grosso do Sul”.

Por fim, o governador disse que o decreto também trará mudanças nas regras dos tamanhos dos peixes que pode ser levados do Estado.

“Vamos aumentar o efetivo da PMA (Polícia Militar Ambiental) para melhorar a fiscalização. Existem pescadores com carteirinha de profissional e usam esporadicamente a carteirinha para pescar. Queremos coibir essa prática”, ressaltou.

Para completar, o presidente do Imasul, Ricardo Eboli, esclareceu outro ponto do decreto em fase final de redação. “Queremos direcionar os pescadores para os comuns e proteger os nobres”.

Segundo Eboni, o pacu, o dourado, o jaú e a cachara estão entre as espécies mais ameaçadas, por exemplo

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
17/04/2019 - 11:13  Maníaco tenta beijar à força no terminal e acaba preso pela PM
17/04/2019 - 11:08  Mulher de 18 anos é presa carregando cocaína em pacote de fralda
17/04/2019 - 10:57  Sul-mato-grossense está mais solidário este ano, aponta pesquisa de Páscoa
17/04/2019 - 10:53  Ovos de Páscoa estão, em média, 40% mais caros do que em 2018
17/04/2019 - 10:35  Catedral Notre-Dame pode ser reconstruída em até cinco anos
17/04/2019 - 10:17  Prêmio Professores do Brasil recebe inscrições para as experiências de sucesso nas escolas
17/04/2019 - 10:04  Homem agride mulher para roubar bicicleta e R$ 1.800 em Aquidauana
17/04/2019 - 10:02  Sucateamento do Incra atrapalha fiscalização de lotes irregulares
17/04/2019 - 09:47  Peixaria é autuada por vender produto vencido há mais de um ano
16/04/2019 - 11:23  Militar pode ter sido morto por recusar cigarro a acusado
16/04/2019 - 11:09  PMA inicia hoje a Operação Semana Santa contra pesca predatória
16/04/2019 - 11:08  Secretaria de Aviação Civil autoriza licitação para melhorias no Aeroporto de Bonito
16/04/2019 - 10:46  Bombeiros dizem que conseguiram impedir colapso total da Catedral de Notre-Dame
16/04/2019 - 10:33  Marcas de luxo doam 300 milhões de euros para reconstrução de Notre Dame
16/04/2019 - 09:58  Suspeito de matar major é preso durante a madrugada
15/04/2019 - 14:27  Incêndio atinge a Catedral de Notre-Dame, em Paris
15/04/2019 - 14:26  DOF apreende camionete com mais de uma tonelada e meia de droga
15/04/2019 - 13:54  Alta de 1% do FPM vai garantir R$ 353,6 milhões aos municípios
15/04/2019 - 10:13  Convite da Câmara Municipal de Dois Irmãos do Buriti
15/04/2019 - 09:55  Prefeito Edilsom Zandona faz entrega de chocolates em comemoração a páscoa
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE