PUBLICIDADE
Geral
Noticia de: 08 de Fevereiro de 2018 - 09:59
Governo quer atender demanda de etanol com álcool de milho



 
 

 
 

Otimistas com a implantação do programa RenovaBio, representantes da agroindústrias estão se organizando para atender o aumento na demanda do etanol, utilizando a produção de álcool feito de milho que tem uma vantagem importante sobre o produto obtido da cana-de-açúcar: a capacidade de repor a produção com mais agilidade em razão da rapidez produtiva do grão.


A afirmação foi feita pelo diretor da União Nacional do Etanol de Milho (UNEM), Ricardo Tomczyk que argumentou:

"Não há canaviais disponíveis no Brasil atualmente (para aumentar a produção). Uma empresa leva cerca de quatro anos para formar um novo canavial pronto para produção", disse o representante e acrescentou que no caso do etanol de milho seria necessária a construção de uma nova unidade, o que leva em torno de um ano e meio.

O programa Renovabio foi idealizado pelo governo federal e lançado em 2016 pelo Ministério de Minas e Energia, com objetivo de expandir a produção de biocombustíveis no Brasil, baseada na previsibilidade, na sustentabilidade ambiental, econômica e social, e compatível com o crescimento do mercado.

DESENVOLVIMENTO NACIONAL

As vendas de etanol estão aumentando no Brasil à medida que sua vantagem de preço sobre a gasolina cresce e o produto concorre diretamente com a gasolina em carros flex, registrando avanço de 33% em novembro, se comparado ao ano anterior (2017/2016). A expectativa do governo é de que a partir do funcionamento do Renovabio (previsto para 2020) a demanda por etanol seja duplicada até 2030. 

Quase todo o etanol produzido no Brasil vem do processamento de cana-de-açúcar, mas algumas unidades à base de milho iniciaram operações recentemente e outras são esperadas, afirmou Tomczyk, em especial no Mato Grosso, maior produtor nacional do cereal. 

"Mato Grosso deve produzir cerca de 3 bilhões a 4 bilhões de litros de etanol de milho por ano em cinco anos, de 400 milhões de litros atualmente", disse Tomczyk, que já foi diretor da associação de produtores Aprosoja.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
15/02/2018 - 12:33  Fator das aposentadorias dos servidores municipais é reajustado em 2,07%
15/02/2018 - 09:21  Horário de verão termina no próximo domingo
15/02/2018 - 09:17  As notícias quentes do dia
13/02/2018 - 10:26  Em MS, 26 mil precisam fazer “prova de vida” para manter aposentadoria
13/02/2018 - 09:54  Contribuinte pode ter desconto de 20% e concorre a uma moto no IPTU 2018 pagando a vista.
09/02/2018 - 15:28  Vereador Eber presta passares a familiares da anciã Alexandrina.
09/02/2018 - 15:05  Prefeitura de Dois Irmãos do Buriti capacita profissionais de educação para novo sistema de ...
08/02/2018 - 12:58  Carteira de trabalho: mais 26 mil trabalhadores terão acesso ao documento.
08/02/2018 - 11:07  Prefeitura de Dois Irmãos do Buriti e Estado começam obras de tapa buraco.
08/02/2018 - 09:36  O que é o ‘desafio do desodorante’ que levou criança à morte
08/02/2018 - 09:24  Pedido de aditivo emperra assinatura de contrato do Aquário
07/02/2018 - 15:00  Abaixo-assinado pede fim do auxílio-moradia para juízes
07/02/2018 - 14:56  Governo proíbe viagens a serviço com bilhetes de primeira classe e executiva
07/02/2018 - 14:07  Prefeitura de Dois Irmãos do Buriti inicia operação tapa buraco em ruas da cidade.
07/02/2018 - 13:43  Motociclistas representam 77% das indenizações pagas pelo DPVAT em MS
07/02/2018 - 09:00  Pelo menos 16 municípios não terão Carnaval em 2018
07/02/2018 - 08:48  Agenda do dia: veja o que você precisa saber hoje
06/02/2018 - 10:48  Prefeitura de Dois Irmãos do Buriti realiza “Jornada Pedagógica 2018”.
05/02/2018 - 10:48  INSS vai conceder salário-maternidade automaticamente
05/02/2018 - 10:34  Secretaria Municipal de Educação realiza controle de praga nas escolas municipais.
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE