PUBLICIDADE
Economia
Noticia de: 10 de Julho de 2017 - 11:48
Receita abre nesta segunda consulta ao 2º lote do Imposto de Renda 2017



 
 

A Receita Federal liberou a partir das 9h desta segunda-feira (10) as consultas ao segundo lote do Imposto de Renda de Pessoas Físicas de 2017. Este lote também inclui restituições residuais de 2008 a 2016, informou o órgão.

As consultas podem ser feitas pelo site:

A Receita Federal lembrou que há ainda o aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do IRPF e situação cadastral no CPF, diretamente nas bases de dados da Receita Federal.

Pagamento

O pagamento será depositado na conta dos contribuintes na próxima segunda-feira (17). Ao todo, serão pagos R$ 2,99 bilhões para 1.495.931 contribuintes.

"Desse total, R$ 1,48 bilhão referem-se ao quantitativo de contribuintes de que trata o Art. 69-A da Lei nº 9.784/99, sendo 664.547 contribuintes idosos e 55.259 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave", informou o órgão.

Somente o segundo lote do Imposto de Renda de 2017, por sua vez, pagará R$ 2,53 bilhões para 1,34 milhão de contribuintes. Os valores serão corrigidos em 2,74%, correspondentes à variação da taxa básica de juros de maio a julho de 2017.

Malha fina

No fim do ano passado, a Receita Federal informou que 771 mil declarações estavam retidas na malha fina do IR de 2016 devido a inconsistências nas informações prestadas.

Nos últimos anos, a omissão de rendimentos foi o principal motivo para cair na malha fina, seguido por inconsistências na declaração de despesas médicas.

Para saber se está na malha fina, os contribuintes podem acessar o "extrato" do Imposto de Renda no site da Receita Federal no chamado e-CAC (Centro Virtual de Atendimento).

Para acessar o extrato do IR é necessário utilizar o código de acesso gerado na própria página da Receita Federal, ou certificado digital emitido por autoridade habilitada.

Veja o passo a passo do extrato do IR

Após verificar quais inconsistências foram encontradas pela Receita Federal na declaração do Imposto de Renda, o contribuinte pode enviar uma declaração retificadora. Quando a situação for resolvida, o contribuinte sai da malha fina e, caso tenha direito, a restituição será incluída nos lotes residuais do Imposto de Renda.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
09/02/2018 - 09:56  Se a inflação caiu, por que o gás de cozinha e a gasolina subiram tanto?
08/02/2018 - 10:00  BID negocia US$ 47,7 milhões em linha de crédito para Mato Grosso do Sul
07/02/2018 - 08:47  Preço do botijão de gás cai 6% em Campo Grande
06/02/2018 - 09:56  Preço alto reduz em 30% venda de combustível em MS
05/02/2018 - 10:54  Petrobras anuncia 3ª alta consecutiva para preço da gasolina na refinaria
30/01/2018 - 10:17  Preço médio da gasolina nos postos aumenta pela 13ª semana seguida
29/01/2018 - 07:28  Estado se prepara para nova supersafra de soja
25/01/2018 - 10:00  Empresários devem refinanciar dívidas com a União antes do dia 31
24/01/2018 - 11:00  Setor em alerta com queda de 12% nas exportações de frango
22/01/2018 - 10:21  Estado muda regras para aumentar a arrecadação
22/01/2018 - 10:15  FGV prevê crescimento de 0,5 ponto no Índice de Confiança da Indústria
17/01/2018 - 12:00  Pré-custeio da safra 2018/19 deve chegar a R$ 12 bilhões
17/01/2018 - 11:00  Setor de mineração reage e movimenta R$ 1 bilhão em MS
15/01/2018 - 10:00  'Prévia' do PIB do Banco Central registra crescimento de 0,49% em novembro
15/01/2018 - 09:46  Setor de caminhões reage em 2017, mas fábricas operam com 25% da capacidade
15/01/2018 - 08:50  MS mira em estrangeiros para viabilizar fábrica de celulose
12/01/2018 - 10:00  MS renegociou R$ 3,6 bilhões em dívidas com União e BNDES
12/01/2018 - 09:26  Venda de materiais de construção aumenta 5% no Estado
11/01/2018 - 13:27  Sem correção, defasagem da tabela do IR sobe para 88,4%
10/01/2018 - 14:15  Se gasolina, gás e luz só sobem, como a inflação foi tão baixa?
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE