PUBLICIDADE
Economia
Noticia de: 07 de Agosto de 2017 - 11:07
Saques das contas inativas do FGTS somaram R$ 44 bilhões, diz Caixa



 
 
A Caixa Econômica Federal informou nesta segunda-feira (7) que cerca de R$ 44 bilhões foram sacados das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

O prazo para o saque terminou em 31 de julho e, de acordo com o presidente da Caixa, Gilberto Occhi, ele não será reaberto.

O banco informou ainda que 25,9 milhões de trabalhadores foram beneficiados com a medida, o que equivale a mais de 79% dos que tinham direito, pela base atualizada.

De acordo com a Caixa, inicialmente a estimativa era de que 30,2 milhões de trabalhadores tinham direito ao saque. Com "acertos cadastrais", esse número subiu para 32,9 milhões.

Foram realizados, ainda segundo o banco, 31,3 milhões de atendimentos em suas agências.

Mesmo que todos trabalhadores não tenham sacado os recursos, o presidente da Caixa, Gilberto Occhi, afirmou que o prazo de saque das contas inativas não será reaberto pelo governo federal.

"Está descartada a possibilidade de reabrir o prazo. Não existe nenhuma possibilidade. Não é intenção da Caixa fazer nenhuma prorrogação. Tivemos mais de 30 milhões de trabalhadores indo a agências da Caixa. Mais de R$ 20 bilhões foram pagos nas agencias da Caixa", disse ele.

A Caixa Econômica Federal informou, porém, que o valor sacado pelos trabalhadores representou 88% do valor disponível. Isso porque o montante inicialmente divulgado, de R$ 43,6 bilhões, ao ser corrigido pela Taxa Referencial, mais 3% ao ano (correçãod o FGTS), avançou para R$ 48,9 bilhões ao todo.

A liberação dos recursos das contas inativas do FGTS aconteceu em um momento ainda de dificuldades na economia, que, embora tenha crescido no primeiro trimestre, ainda mostra dificuldades para deslanchar.

“A Caixa tem feito um grande esforço para que a gente possa retomar a economia. Ao colocar R$ 44 bilhões [na economia], o trabalhador usou este valor para pagar dívidas e, o restante, para o consumo, para a poupança ou em um fundo de investimento”, declarou Gilberto Occhi.

principal  |  voltar  |  imprimir

Últimas Noticias

.
23/08/2017 - 11:17  Prévia da inflação oficial fica em 0,35% em agosto e tem o menor acumulado no ano desde 1994
23/08/2017 - 11:10  Governo federal deve liberar saques de cerca de R$ 16 bi do PIS/Pasep para idosos
23/08/2017 - 11:01  Exportações de aves em Mato Grosso do Sul cresceram 27,7%
14/08/2017 - 10:23  MS pode se firmar como maior produtor de celulose do País
11/08/2017 - 10:22  Planejamento propõe déficit de R$ 159 bilhões para 2017 e 2018
08/08/2017 - 10:58  Receita abre nesta terça consulta ao 3º lote de restituição do IR 2017
07/08/2017 - 11:04  Receita abre nesta terça consultas ao 3º lote do Imposto de Renda de 2017
02/08/2017 - 11:56  Penhora de joias cresce 9,44% no semestre em MS
25/07/2017 - 15:52  Juiz do DF manda suspender decreto que aumentou tributos sobre combustíveis
20/07/2017 - 10:53  Adesão a pedido de parcelamento da dívida previdenciária termina dia 31
17/07/2017 - 10:00  Mercado estima inflação menor em 2017 e 2018 e vê juros mais baixos
17/07/2017 - 09:39  Municípios fazem malabarismo para pagar o 13º salário em MS
11/07/2017 - 08:21  Mato Grosso do Sul sai na frente e começa guerra fiscal entre estados
10/07/2017 - 11:54  Instituição Fiscal Independente vê estouro da meta fiscal do governo neste ano
10/07/2017 - 11:48  Receita abre nesta segunda consulta ao 2º lote do Imposto de Renda 2017
10/07/2017 - 11:19  Em Mato Grosso do Sul, benefício atende só 33,8% dos desempregados
10/07/2017 - 11:02  Boleto vencido pode ser quitado em qualquer banco a partir de hoje
05/07/2017 - 10:28  Municípios do Estado devem R$ 552 milhões de INSS
04/07/2017 - 08:36  Cai consumo de fralda, iogurte e lâmina de barbear no Brasil.
30/06/2017 - 09:59  Desemprego fica em 13,3% em maio e atinge 13,8 milhões
 
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE